quinta-feira, 11 de outubro de 2012

JEAN-PAUL SARTRE - Sobre a emoção

Jean-Paul Sartre (filósofo, escritor, dramaturgo francês - 21/06/1905 - 15/04/1980)

"Chamaremos de emoção uma queda brusca da consciência no mágico. Ou, se preferirem, há emoção quando o mundo dos utensílios desaparece bruscamente e o mundo mágico aparece em seu lugar. Portanto, não se deve ver na emoção uma desordem passageira do organismo e do espírito que viria perturbar de fora a vida psíquica. Ao contrário, trata-se do retorno da consciência à atitude mágica, uma das grandes atitudes que lhe são essenciais, com o aparecimento de um mundo correlativo, o mundo mágico. A emoção não é um acidente, é um modo de existência da consciência, uma das maneiras como ela compreende (no sentido heideggeriano de 'verstehen') seu 'ser-no-mundo' ". (SARTRE, Jean-Paul. Esboço para um teoria das emoções. tradução de Paulo Neves. Porto Alegre: L&PM, 2006, p. 90).